Como Configurar o SimpleCast Versão 3.1.0.

Apos instalar o programa, abrirá essa tela ao lado. Clique em “Encoders” 

CAPSIMPLECAST004

Apos clicar em “Encoders”, abrira essa tela ao lado, Clique no sinal de + (soma) e em OK.

CAPSIMPLECAST001

Apos clicar no sinal de +, abrira a tela ao lado, selecione MP3 (LAME_ENC) e clique em OK.

CAPSIMPLECAST002

A proxima tela que abrirá, selecione Bitrate Kbps=64, Mode= Stereo, Sampling rate.

Clique na guia “Server Details”
Coloque o Server IP =  Dados são fornecidos após a contratação do plano.
Coloque o Server Port = Dados são fornecidos após a contratação do plano.
Coloque a Senha = Dados são fornecidos após a contratação do plano.
Clique em OK.
Obs: Os dados acima são fornecidos no momento em que voce contrata um servidor de streaming de áudio.

CAPSIMPLECAST006 CAPSIMPLECAST005

Na ultima tela, aparecerá o nome do Encoder que acabou de configurar:
data – horario – status – encoder not started.
De um clique nessa linha que criou para selecioná-la, ficará azul, apos isso, clique no botão  Seta (start).
Se estiver tudo ok, o encoder inicializará, preste atenção novamente na linha que criou. Deverá aparecer assim: data – horario – SimpleCast configuração started – Inicialização completed – SimpleCast started.
Se aparecer desse modo, clique no X para fechar a tela, se não, reveja todos os passos anteriores.

O botão central da ultima tela estará na cor azul e escrito “start”, clique nele e e preste atenção na linha que criou. Se estiver tudo ok, o botão ficara vermelho e escrito “stop”.

Na instalação do SimpleCast, preste atenção no momento de escolher a sua placa de áudio e o tipo de saída de áudio, no caso será o stereomix, que enviara o áudio externo. É como configurar o stereomix no windows.

Em caso de dúvidas você pode entrar em contato conosco através do suporte técnico;

Leia Mais

Para Mater a sede: Água! Simples Assim

Dia desses entrei numa conversa numa roda de amigos em que eles diziam de suas preferências por sucos e que são saudáveis. Eu na minha condição costumeira de polêmico, comecei discordando. Parece ironia, paradoxal! (…) E esse será o tema desse texto, onde ao discorrer, vou tentar explicar minha posição.

É inegável que os sucos naturais de frutas são saudáveis, mas eu defendo que comer as frutas é melhor ainda, os organismos dos seres humanos hoje clamam por fibras que sistematicamente são negadas. Mais recentemente outro amigo (estou poupando nomes porque não vejo tal necessidade) me presenteou com uma garrafa de vinho e eu com toda falta de educação, mas com toda sinceridade do mundo disse que eu prefiro as uvas.

Não sem antes ele ter dito que o vinho é muito saudável, tem flavonóides etc. etc. Como somos duas pessoas cultas não nos indispomos. Não poucas vezes comprei brigas, porque acho de uma incoerência muito grande fazer suco com melancia, mamão, manga, melão… tudo bem que com algumas frutas é compreensível. Já com outras, a laranja por exemplo… e jogar fora o que é mais saudável o bagaço, um desperdício imperdoável!!

As vantagens de comer as frutas ao invés de fazer um suco são enormes, mastigando fazemos a coisa mais correta do mundo, pois não cortamos as moléculas e o organismo aproveita melhor os nutrientes. Outra vantagem é que insalivamos melhor o alimento. Até a água deveríamos tomá-la aos poucos, apreciá-la, para que seja incorporada a saliva. Um detalhe que não podemos ignorar jamais!

Aliás, não sei se é minha idade avançada, mas ultimamente tenho sido mais radical (ranzinza?) que já nunca, a ponto de me indispor com os que me são próximos, tenho deixado claro que o mal da humanidade tem sido o cozimento dos alimentos. Claro que é consenso não dá pra comer o feijão cru, o arroz, carne, cenoura, abobora… será? Não todo dia, mas existem maneiras práticas de preparar quase todos os alimentos sem “suicidá-los”, e o nosso corpo agradeceria sobremaneira.

 

Sabemos que essas questões são culturais, e por traz das doenças existem interesses, mas é gritante como a raça humana retrocedeu no modo de se alimentar, no mundo contemporâneo, onde todo alimento é irracionalmente industrializado (cozidos, conservas, congelados, compotas…) e, por conseguinte sem vida. Salvo raras exceções, e acho que nem eu escapo, com os maus hábitos crescendo vertiginosamente é regra ver peles dos rostos ressecadas! Representando inequivocamente uma amostra do que se passa com os intestinos, já que um (rosto) é o espelho do outro (intestinos).

Mas os disparates não param por aí, dia desses num programa de televisão uma nutricionista “alertava” para os “riscos” de ingerir frutas em excesso, alguém acredita? Mas é verdade, ela dizia que mais de duas fatias de melancia podem sobrecarregar os rins, a ingestão de duas bananas é o suficiente, porque essa fruta contém alto teor de açúcar. Pasmem, alguém viu esses paladinos alertar sobre os inconvenientes de comer altas doses de chocolate, de sorvete, de alguém da área condenar uma noitada de muita cerveja. Essas iguarias segundo a “opinião pública” quanto mais melhor decerto.

Autor: Ben Delay

Leia Mais

O que é Streaming de Vídeo On-Demand

Com o Streaming de Vídeo On Demand é possível que o cliente envie seu conteúdo de mídia diretamente para nossos servidores e seja publicado de acordo com sua playlist. A Server Media disponibiliza para o cliente toda a estrutura necessária para que seu conteúdo seja enviado com sucesso aos espectadores, dispondo de ferramentas mais modernas do mercado.
confira o Streaming de Vídeo On Demand entrando em contato com nosso departamento comercial e realizando a solicitação dos valores.

Leia Mais

O que é Auto DJ ?

Auto DJ permite que o cliente possa fazer sua programação musical sem a necessidade que seu computador fique ligado 24hrs realizando uma Transmissão de Áudio estável. Com o Auto DJ é possível criar blocos comerciais, vinhetas através de uma set list que será transmitida diretamente dos servidores 24hrs.
O Auto DJ é uma das opções mais utilizadas em grande parte dos clientes que utilizam desta ferramenta para dispor seu conteúdo online 24hrs sem necessidade de uma conexão física ou computador conectador a internet 24hrs.
A Server Media oferece o Auto DJ juntamente com a mais nova versão do Painel WHMSonic que proporciona novas opções para quem deseja realizar uma transmissão profissional utilizando os recursos do Painel WHMSonic, com o Painel WHMSonic você administra sua emissora com total facilidade, flexibilidade com opções dinamizadas e precisa
Com o sistema de troca silenciosa Painel WHMSonic é possível realizar em tempo real a troca de uma programação com Auto DJ para ao vivo sem que exista qualquer interrupção em sua transmissão com uma sincronia exata, além disso caso sua rádio tenha muitos locutores de diversos lugares do mundo, você pode gerar uma senha para cada locutor e manter o controle total sobre seu painel de controle.

Leia Mais

Veja 5 recursos úteis do Google Mapas

O Google Mapas sem sombra de dúvida é um dos serviços mais úteis da internet. Ele facilita a vida de quem procura encontrar a melhor rota para uma viagem. Além disto, pode ser incorporado à página de uma empresa para ajudar na localização de sua sede ou filiais.

A maioria das pessoas usa o serviço simplesmente para localizar um endereço. Mas o Google Mapas tem outros recurso úteis e pouco conhecidos. Confira alguns deles.

Trânsito

Tem algum compromisso marcado e não quer correr o risco de chegar fora do horário? Então, antes de sair de casa, verifique no Google Mapas a situação atual do trânsito até o seu destino. Com isso, fica fácil decidir por uma rota alternativa ou se é preciso sair um pouco mais cedo.

Reprodução

Ferramenta de trânsito do Google Mapas

 

O recurso está disponível somente para algumas cidades brasileiras. São elas: Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Campinas (SP), Fortaleza, Porto Alegre e Salvador.

Para acionar o recurso “Trânsito”, siga os passos abaixo:

– Defina a rota (origem e destino) no campo “Como chegar”;
– Clique em “Mapa” no canto direito superior;
– Marque a palavra “Trânsito”.

Pronto, agora basta olhar as cores das faixas ao longo do trajeto. Vermelho indica trânsito lento e verde normal. Se quiser saber a situação do trânsito em dias anteriores, basta clicar em “alterar” abaixo do escrito “Trânsito em tempo real” no canto esquerdo inferior do painel.

Transporte público

Quer saber quais linhas de ônibus e metrô passam em uma determinada localização? Ou qual(is) ônibus deve pegar para chegar no destino? O recurso de transporte público do Google Mapas fornece todas estas informações.

Reprodução

Informações de transporte público no Google Mapas

 

As agências de transportes das cidades são as responsáveis por passar as atualizações das linhas para o Google. No momento, somente algumas cidades brasileiras têm o serviço disponível. São elas: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Veja como usar o serviço:

– Defina a rota (origem e destino) no campo “Como chegar”;
– Para saber qual(is) transporte(s) público deve()m ser pegos para concluir o trajeto, clique no ícone “Pegar Transporte Público” no canto superior esquerdo;
– Para obter informação sobre as linhas das redondezas, clique em “Mapa” no canto direito superior e marque a palavra “Transporte público”;
– Para personalizar a pesquisa, basta inserir a data e horário da partida ou chegada. Feito isto, clique novamente em “Como chegar”.

O Google Mapas irá sugerir até quatro caminhos com meios de transporte diferentes. Por exemplo, um trajeto pode incluir um metrô, enquanto outro é feito só com ônibus.

Vista em 3D

A visualização de imagens de satélite do Google Mapas é um recurso já bem conhecido. Para incrementar ainda mais a experiência, o Google adicionou a função MapsGL. Este recurso permite que os edifícios importantes que aparecem no mapa possam ser vistos em três dimensões.

Reprodução

Prédios em 3D no Google Maps

 

Não é necessária a instalação de nenhum complemento em seu navegador. Porém, existem requisitos mínimos para que o recurso funcione. Os sistemas operacionais devem ser Windows Vista/7, OsX 10.6+ ou Linux.

Os navegadores devem ser o Firefox 8+, Chrome 14+ ou Safari 5.1+. Para funcionar no Safari, o WebGL deve ser habilitado manualmente nas preferências do navegador. E por fim, algumas placas gráficas muito simples não são compatíveis (ex.: Intel GMA 3100 e 3150).

Para ver o MapsGL em funcionamento faça o seguinte:

– Insira um endereço ou local no campo de buscas do Google Mapas;
– Clique em “Earth” no canto direito superior para ativar a visualização por imagem de satélite;
– Aproxime o zoom até que comece a ver os edifícios no mapa;
– Clique novamente em “Earth”, no canto superior direito, para mudar para o modo “Satelite” e ativar a visualização 3D. Use os controles com setas, no canto esquerdo superior, para mover ou girar o mapa. As setas do teclado e o Shift+seta tem as mesmas funções, respectivamente.

Para desativar este modo, basta clicar em “Clássico” no canto esquerdo inferior ou novamente clicar no local do botão “Earth”.

Crie seus próprios mapas

O Google Mapas ainda não identifica pequenas mudanças momentâneas nas ruas, avenidas e estradas. Poder ser que, em um determinado período, uma das vias de uma rota esteja fechada para obras. O Google Mapas não levará isto em conta na hora de calcular um trajeto.

Então, se souber de alguma interdição e resolver dar uma festa, envie para seus convidados um mapa personalizado do endereço da festa. Mostre para eles uma rota alternativa ou um retorno mais complicado de ser feito.

O mapa personalizado pode conter linhas indicativas de caminho, ícones variados, textos descritivos e fotos. Um recurso interessante é o de colaboração, por meio do qual outras pessoas podem editar o mapa feito para acrescentar mais detalhes. Caso já tenha o mapa pronto em outro formato, basta importá-lo (ex.: KML, KMZ ou GeoRSS). O mapa pode ser definido como público ou privado. Depois que estiver pronto, ele poderá ser compartilhado através de um link.

Para começar a criar uma mapa personalizado siga os passos abaixo:

– Clique em “Meus lugares” no canto esquerdo superior;
– Clique “Criar Mapa”.

Para mais detalhes acesse o tutorial do Google neste link.

Laboratório de recursos

Outras funções do Google Mapas pode ser exploradas em seu laboratório. Nesta área, os programadores do Google colocam ferramentas experimentais muito interessantes. Algumas delas são medidores de distância e balões que mostram a latitude/longitude onde o cursor do mouse ficar parado.

Outra função experimental muito útil é a inserção no menu contextual de uma opção de zoom máximo direto. Após habilitado, basta clicar com o botão direito do mouse num ponto do mapa e selecionar a opção “Mostre-me aqui”.

Veja como entrar no Labs do Google Mapas:

– No canto esquerdo inferior clique em “Labs do Google Maps”. Fique atento, pois está em letras azuis bem miúdas;
– Uma janela se abrirá com a descrição das ferramentas disponíveis;
– Selecione “Ativar” na(s) desejada(s);
– Clique em “Salvar alterações”.

Leia Mais